Existem muitas atitudes a escolher, mas acredito que as mais poderosas são: gratidão, ação, empatia e perdão

Nick Vujicic

Nada garante mais autoconfiança do que realizar. É importante entender que a capacidade de realização se constrói passo a passo. Cada realização deve ser seguida de grande comemoração

Paulo Vieira


Conexão

Vitória do autoconhecimento

A melhoria contínua é fundamental para nos tornarmos a nossa melhor versão, visando a sermos os agentes das transformações que queremos no mundo

25/04/2020 - 12:44 | Atualizado em 13/05/2020 - 09:30

“Os outros não podem nos dizer o que podemos ou não realizar - somente nós mesmos somos capazes de estabelecer os nossos limites e as nossas metas”, Walt Disney. Começo esta coluna com uma das célebres frases do criador do maior conglomerado de entretenimento do mundo. Compactuo de tal pensamento, pois antes de vencer o concorrente ou quem quer que seja, temos que superar a nós mesmos, tendo autoconhecimento, reconhecendo as nossas potencialidades, sem nos abater pelas limitações que nos foram impostas pelos outros.

Um dos principais líderes mundiais, Nelson Mandela, após deixar a prisão, respondeu à imprensa algo muito valoroso acerca de seus algozes: “posso responsabilizá-los pelas suas atitudes, porém, eu sou o único responsável pelos meus sentimentos”. O coach brasileiro Paulo Vieira reitera: “você é o único responsável pela vida que tem levado, portanto, somente você pode mudar as circunstâncias”. Isso evidencia a autorresponsabilidade por nossas condutas e palavras. Os nossos pensamentos têm total influência no grau de evolução e satisfação que nos encontramos.

“Quando sou fraco, Deus é forte. Quando colocamos a Fé em prática, somos imbatíveis”, reforça o palestrante Nick Vujicic, um australiano que nasceu sem braços e pernas, e que fez de suas limitações físicas trampolins para as vitórias, as suas e as dos outros, sendo fonte de inspiração em força, resignação, coragem e Fé para milhares de pessoas, que o seguem em suas redes sociais ou assistem as suas palestras mundo afora.

Como questionou Richard Bandler, cocriador da Programação Neurolinguística: “por que continuar sendo a mesma pessoa de sempre se você pode ser alguém muito melhor?”. Então, ousemos! Mudemos! A felicidade que tanto buscamos por aí está dentro de nós.

Rhonda Byrne, uma das maiores escritoras contemporâneas, autora do best-seller O Segredo (2006), escreveu: “dê amor aos outros através da gentileza, do encorajamento, do apoio, da gratidão ou de qualquer outro bom sentimento, e ele voltará para você”. Sejamos os melhores dentro de nossas possibilidades - qualidades e defeitos. Compreendamos o plano sistêmico, em que tudo tem relevância. Tenhamos rotinas de excelência! Façamos o bem! 

Visão holística: cuidemos do todo. Sejamos equilibrados. Já que somos os nossos anjos e demônios, que tenhamos benevolência para conosco. Vamos escolher a paz, o amor, a felicidade, a generosidade, a simplicidade, a gratidão! Façamos caridade e vivamos o agora, tal qual ensinou Siddhartha Gautama, o Buda: “o segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, mas viver serenamente o presente”. Tenhamos uma vida repleta de bênçãos!


Foto:

Marcelo Pardini contato@agromp.com.br

Marcelo Pardini é narrador, poeta, jornalista, pós-graduado em Marketing e leiloeiro rural. Titular da marca Agro MP - A voz do Agronegócio.

26 colunas publicadas

Publicidade
Banner Vetnil