Para ser grande, sê inteiro: nada teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe quanto és no mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda brilha porque alta vive

Fernando Pessoa

Rejeite pensamentos autodestrutivos. Aniquile-os. Substitua-os por mensagens positivas e orações. Liberte-se da amargura, da raiva e da mágoa. Permita que o amor de Deus entre em seu coração

Nick Vujicic


Veterinária

A alimentação de potros desmamados

Disponibilidade de ingredientes, qualidade de volumoso e pastagem, fatores econômicos e mão de obra influem na Nutrição de equinos jovens

O médico veterinário Cassiano Carvalho Lopes atua nas áreas de Clínica e Reprodução de equinos na região de Bauru/SP. Certa feita, ele escreveu para o Portal InfoHorse, veículo de imprensa do jornalista e leiloeiro rural Marcelo Pardini, que esteve no ar até 2018, sobre a alimentação de potros desmamados. A matéria é reproduzida aqui:

Não é novidade para a maioria absoluta dos criadores de cavalos que o grande desafio da Nutrição equina está na categoria de potros desmamados. Vários fatores devem ser analisados quando se refere ao programa de alimentação para os jovens animais, entre eles, disponibilidade de ingredientes, qualidade do volumoso fornecido ou pastagem disponível, aspectos econômicos e mão de obra.

Levando em consideração que o potro está crescendo rapidamente e que é um potencial atleta, os erros na alimentação devem ser minimizados, portanto, todas as classes de nutrientes devem ser inseridas na formulação e na utilização da ração para esta categoria.

Foto cedida
Todas as classes de nutrientes devem compor a alimentação do potro

Energia
A energia é fornecida nas dietas de potros desmamados na forma de concentrados, grãos e forragens. Há perigo no alto consumo de energia, portanto, é necessário maximizar o consumo da forragem, que deve ser da mais alta qualidade, oferecendo menores porções e em maior frequência.

O fornecimento fracionado da dieta proporciona bons resultados, culminando numa secreção endócrina estável, além de menor indução para alteração hormonal do metabolismo em geral. Uma opção, nos casos em que o montante de carboidratos ofereça riscos ao animal, é o fornecimento de óleo vegetal em até 15% da energia digestível, sem efeitos maléficos. Esse método resulta em menores picos de insulina e menores consumos de ração, devido à relativa alta densidade energética das gorduras.

Proteína
A nutrição proteica de potros deve manter dois fatores em vista: consumo total de proteína bruta e qualidade ou perfil de aminoácidos da proteína fornecida. Nos 12 primeiros meses de vida do potro, o perfil de aminoácidos (componentes da proteína) é especialmente importante. Na fase de crescimento a concentração proteica da dieta e o montante requerido são maiores do que em qualquer outra.

Várias são as fontes de proteína possíveis de serem utilizadas, porém as mais comuns são o feno de alfafa e os farelos de grãos, principalmente soja. Há que se atentar para os excessos, que podem provocar distrofias ósseas. 

Minerais
Os minerais (macro e micro) são os “eternos esquecidos”, mas não menos importantes do que os demais nutrientes. Os macrominerais mais importantes na formulação das dietas são o Cálcio e o Fósforo. Em sua maioria, os suplementos minerais oferecidos possuem maior proporção de Cálcio (Ca) em relação ao Fósforo (P), porém em algumas situações é necessária proporção equivalente entre ambos (1:1), reduzindo a diferença entre eles na dieta total, principalmente quando da utilização de feno de leguminosa. Os microminerais, como Selênio, Cobre, Zinco, Manganês, Magnésio e Molibdênio também são importantes na Nutrição de equinos. 

Vitaminas
O fornecimento de forragem de boa qualidade e a exposição solar diária é de extrema importância, pois ajuda a suprir as necessidades de vitaminas D, E e complexo B. A suplementação efetiva com vitamina A é sempre necessária e deve ser observada na formulação e na escolha do concentrado oferecido.

Em resumo, todos os nutrientes são importantes para o crescimento e para o desenvolvimento do animal. Temos que ter consciência disso e suprir as suas necessidades de energia, proteína, minerais (macro e micro) e vitaminas.

Publicidade
Banner Haras Três Rios