O poder para a felicidade, para o bem, para tudo que precisamos na vida está dentro de cada um de nós. Ele está ali, um poder ilimitado

Robert Collier

Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças

Charles Darwin


Numa toada só

A chegada das férias

Treinamento adequado garante o aumento do desempenho e previne lesões, por isso, o descanso é fundamental à tropa após a temporada de competições

18/11/2019 - 09:52 | Atualizado em 13/12/2019 - 15:10

Durante todo o ano, os equídeos passam por diversas adaptações ao treinamento. Devido ao aumento do nível técnico das competições, os atletas de alta performance são exigidos sob os aspectos físicos e mentais por um longo período, muitas vezes beirando o limite de suas capacidades. Sendo assim, findada a temporada de provas, o final do ano é oportuno para o descanso, servindo para relaxar e também já programar a preparação vindoura. Saiba quais são os principais cuidados para com a tropa no período de férias:

Márcio Mitsuishi
Findada a temporada de provas, o final do ano é oportuno para o descanso

O treinador consciente, após as competições, libera os animais para um período de férias. Descanso merecido, que serve para relaxar o corpo e também a mente. Portanto, durante esses dias, entre os meses de dezembro e janeiro, devemos tomar alguns cuidados para que os atletas retornem ao treinamento em perfeitas condições.

Divulgação
Após as competições anuais, os animais merecem o devido descanso

É importante não fazer nenhuma alteração brusca no dia a dia deles. Neste período, os cavalos geralmente são soltos em piquetes, principalmente aqueles que passam o ano todo em cocheiras. Reforço que eles devem ser soltos pela manhã (período mais fresco do dia), a fim de que possam pastar e brincar.

As pastagens dos piquetes devem ser de boa qualidade, com capim de alto valor proteico. Também é importante saber se os cavalos não terão problemas sociais ao dividirem o mesmo espaço, uma vez que a disputa pelo alimento pode resultar em coices e mordidas, ocasionando lesões.

A alta qualidade da ração e do feno deve ser mantida, uma vez que os cavalos são sensíveis às alterações no que se refere ao trato digestório. Recomenda-se que o casqueamento (ou ferrageamento) seja feito a cada 30-40 dias. Já o cuidado em relação à infestação de vermes precisa ser redobrado, uma vez que soltos os equídeos estão mais suscetíveis às verminoses, portanto, a vermifugação precisa estar em dia.

O período de férias não deve passar dos 20-25 dias, a menos que o animal esteja em tratamento ou se recuperando de alguma lesão. Vale ressaltar que ao final deste período, voltando aos trabalhos, o treinamento deve ser feito de maneira gradativa, com muita calma e paciência. Treino adequado é a chave para aumentar o desempenho, além de prevenir lesões. Com tais cuidados, o seu retorno às pistas será um verdadeiro espetáculo! 

Divulgação
Depois das férias, o treinamento deve ser feito de maneira gradativa

Foto:

Dalva Marques mulhermuladeiraoficial@gmail.com

Dalva Marques é treinadora de equídeos e jurada de provas de marcha. Junto ao marido, Silvio Parizi, comanda o Rancho Bigorna, em São Sebastião da Grama/SP.

9 colunas publicadas

Publicidade
Banner Haras Lagoinha