Se você não está satisfeito com os resultados que têm obtido, basta reconhecer o que está errado e, então, redirecionar as suas ações de forma autorresponsável, objetiva e consciente

Paulo Vieira

Mesmo que você sinta que está tudo bem, sempre existe uma necessidade de mudar, para que você possa crescer e evoluir

Caio Carneiro


Marketing

Para quê serve o patrocínio?

As ações patrocinadas têm o intuito de criar identidade, aumentar notoriedade, promover experiências positivas e valorizar o setor no qual a empresa atua

06/07/2021 - 19:04 | Atualizado em 24/07/2021 - 12:09

“Marketing é o desempenho das atividades de negócios que dirigem o fluxo de bens e serviços do produtor ao consumidor”. Esta definição data de 1960 e tem como autora a AMA (American Marketing Association). Em outras palavras, trata-se de o processo social pelo qual a estrutura da demanda para bens econômicos e serviços é antecipada ou abrangida, sendo satisfeita através de concepção, promoção, troca e distribuição destes.

Através do Planejamento de Comunicação Publicitária torna-se possível executar a concepção, a determinação de preço, a promoção e a distribuição de ideias, bens e serviços para criar negociações que satisfaçam metas individuais e organizacionais. A empresa só está nos negócios porque se vale do Marketing: fornece produtos e/ou serviços aos clientes com lucro; descobre o que o consumidor necessita e, então, satisfaz tais necessidades.

Inovações tecnológicas mudam rapidamente todo um setor, embora inicialmente tenham sido desenvolvidas para aplicações completamente diferentes. Portanto, adaptar-se ao novo é a saída para o sucesso. Pela economia industrial, os profissionais de Marketing agiam como caçadores, tendo os clientes como objetivos finais, maximizando o valor da transação, fazendo ofertas padronizadas. Já na atualidade, num mercado em rede, com a ampliação da Inteligência Artificial, os publicitários passaram a atuar como jardineiros, ou seja, tendo os clientes como relacionamentos a serem cultivados, levando em consideração o valor vitalício deles, promovendo ações específicas, que gerem experiências positivas em via de mão dupla.

As Tecnologias de Informação permitem desenvolver produtos personalizados. Hoje, o indivíduo se diferencia da massa e paga um “extra” para isso, recompensando as marcas que permitam tal afirmação de individualidade e que lhe tragam experiências positivas, firmando o relacionamento.

Os objetivos do investimento em ações de patrocínio são criar identidade, aumentar notoriedade, promover experiências positivas e valorizar o setor no qual a empresa atua. A vantagem de uma marca em se associar a um produto e/ou serviço, de preferência líder de mercado, deve-se ao fato de este acontecimento proporcionar oportunidade à empresa de expandir o negócio, promovendo sua imagem e criando maior notoriedade para si. No meio do cavalo, cito como case de sucesso a parceria entre a Vetnil e o Jockey Club de Sorocaba. Uma ação positiva dessa relação ganha-ganha é a Calçada da Fama Vetnil, evento que anualmente premia os melhores da Temporada. Falo com propriedade, pois desde o início, em 2011, sou o cerimonialista de tal premiação e sei quão benéfica ela é para ambas as partes. Tanto é, que o projeto se estendeu para a modalidade Três Tambores, passando a fomentar a maior prova hípica da América Latina, o Grand Prix Haras Raphaela.

Divulgação
A Calçada da Fama Vetnil já virou tradição no Jockey Club de Sorocaba

Num mercado tão dinâmico, competitivo, tendo mudanças rápidas e abruptas, o que a empresa deve fazer para se destacar? “A estratégia de Alexandre (o Grande) sempre foi a mesma: uma escolha cuidadosa dos pontos vitais do inimigo, construindo uma vantagem relativa nesses alvos, ainda que o total de suas forças fosse muito inferior. Outro escopo de destaque foi a capacidade de se mover rapidamente, uma vez quebrada a resistência no eixo decisivo”, analisou John Keegan, professor e historiador britânico, especialista em conflitos bélicos. Traçando um paralelo com o mundo dos negócios, a ideia é que a companhia trabalhe em cima da excelência, tanto em relação aos produtos quanto aos relacionamentos (colaboradores, parceiros, clientes, comunidade etc.), e fique atenta às falhas da concorrência, cujos espaços deixados possam ser ocupados prontamente pelo seu primoroso time.

Fonte:
KELLER, Kevin Lane; KOTLER, Philip. Administração de Marketing: A Bíblia do Marketing. 12ª ed. São Paulo: Pearson Education Brasil, 2007.


Foto:

Marcelo Pardini contato@agromp.com.br

Marcelo Pardini é narrador, poeta, jornalista, pós-graduado em Marketing e leiloeiro rural. Titular da marca Agro MP - A voz do Agronegócio.

36 colunas publicadas