Os maiores problemas que os profissionais enfrentam não estão relacionados à competência, mas a relacionamentos

John Maxwell

Quem quer atingir seus objetivos precisa partir de uma autoanálise profunda, uma vez que o processo de transformação exigirá firmeza de pensamentos e metas

Paulo Vieira


Marketing

O novo Marketing

Para o cliente, o principal indicador do compromisso da empresa para com ele é a qualidade do atendimento e, sobretudo, a solução à sua necessidade

03/02/2020 - 17:14 | Atualizado em 07/02/2020 - 18:28

Na Era Industrial, o profissional de Marketing se assemelhava a um caçador. Tinha o cliente como objetivo, buscando potencializar o valor das transações através de ofertas padronizadas. Na Era da Informação, ele passou a ser como um jardineiro, enxergando o cliente como um relacionamento a ser cultivado, preocupando-se com o valor vitalício do mesmo, fazendo ofertas configuradas individualmente. Mais tarde, na primeira década dos anos 2000, chegou-se ao Web Marketing, com o uso da internet para se comunicar com os consumidores, coletar dados sobre o seu comportamento, segmentar o mercado. Hoje, vivemos a Era das Redes Sociais, em que tudo está interconectado, e os “sistemas inteligentes” direcionam as mensagens que lhe são de interesse através de seus históricos de compra, comportamento, atitude, relacionamento, pensamentos e até posicionamentos sócio-políticos.

Share não é uma das palavras mais utilizadas somente pelo conceito das redes sociais, mas também por essa necessidade de compartilhar, seja conhecimento, vivências, experiências. É preciso primar por um bom atendimento, tendo uma relação de proximidade e transparência com o cliente, além de ofertar algo único e personalizado.

Persuasão
- Modificar atitudes = componente afetivo + cognitivo + conativo (ação); influenciar crenças e avaliações na maneira como os consumidores classificam a marca; prestar atenção = hedonismo, originalidade, intensidade, complexidade.

Um novo jogo
- Mercado mais aberto e competitivo; estabilidade de preços (facilitar comparações); consumidor melhor informado; pressão por lucratividade; migração da verba de Comunicação para promoções no ponto de venda; convergência das mídias; alto contato é tão importante quanto alta tecnologia; a informação é abundante, o recurso escasso é a atenção do consumidor; o objetivo não é apenas desenhar melhores produtos e serviços, mas atender as necessidades dos consumidores; na Era do E-commerce, não acompanhar o que os clientes fazem e querem é a receita do fracasso.

Do ponto de vista do cliente, o principal indicador do compromisso da empresa para com ele é a qualidade do atendimento, a forma e a rapidez com que as suas necessidades são atendidas, bem como a geração de experiências positivas, numa relação sinérgica, em que todos ganham.

 

Fonte:
KELLER, Kevin Lane; KOTLER, Philip. Administração de Marketing: A Bíblia do Marketing. 12ª ed. São Paulo: Pearson Education Brasil, 2007.


Foto:

Marcelo Pardini contato@agromp.com.br

Marcelo Pardini é narrador, poeta, jornalista, pós-graduado em Marketing e leiloeiro rural. Titular da marca Agro MP - A voz do Agronegócio.

27 colunas publicadas